domingo, agosto 30, 2009

Minuto a minuto

Sou levada por isso e aquilo
levada a viver menina levada
entro, mas não pago entrada,
malcriada eu me demonsto
sobram espaços, faltam os modos
monto sobram os parafusos.

Marina Ráz.

2 comentários:

fábio de souza disse...

oi!

boa tarde!

faz um tempo da sua última postagem para cá. por isso resolvi aparecer pra cobrar mais poesia sua e dizer do meu blog, o "A Aspereza do Verbo". aguardo sua poesia e sua visita.

um bjo!

Inês disse...

Muito boa, a poesia. Gostei do espaço. ESpero aparecer mais vezes.
Abraço!
www.dj-vu.blogspot.com